• especialidade Implantologia
    Implantologia

    A implantologia é a área responsável pela reabilitação oral com recurso a implantes dentários. O objetivo é solucionar a perda/falta de dentes ou substituição destes.

    Esta área veio revolucionar o mundo das tão conhecidas próteses removíveis que até então eram a solução apresentada para quem queria o seu sorriso de volta.

    Com recursos a diversas técnicas, o médico implantologista consegue repor ou substituir dentes de forma definitiva usando implantes dentários , oferecendo ao paciente a maior comodidade possível, o mais próximo da uma dentição natural.

    Este é um processo complexo que requer a maior minúcia e especialização do médico, mas também em que o papel do paciente é crucial para o sucesso do tratamento. Em geral, poderemos dividir este tipo de reabilitação em 4 fases: Diagnóstico, Intervenção cirúrgica, Colocação de prótese fixa e Controlo e manutenção.

    Numa primeira fase, o Diagnóstico. O médico irá avaliar, sob todos os ângulos, o caso do paciente com recurso a observação direta em consultório e meios complementares de diagnóstico (ortopantomografias, TAC maxilo-faciais, etc.). Após reunir a informação necessária, o caso será minuciosamente estudado afim de obter um plano de tratamento completo, alinhavando-se todas as fases seguintes do processo.

    A segunda fase é a Intervenção cirúrgica, que pode ser mais simples como por exemplo a colocação de um implante dentário numa estrutura óssea considerada saudável ou ser mais complexa com recurso a enxerto ósseos e com recursos a outras áreas como a Cirurgia Oral (p.e. extrações de dentes) e Periodontologia (p.e. enxertos de tecidos conjuntivos). Estes atos podem ou não ser realizados na mesma intervenção cirúrgica, sendo que as singularidades de cada caso serão decisivas.

    A Colocação de prótese fixa constitui a terceira fase. Esta fase poderá ser realizada no dia da intervenção, usando próteses fixas temporárias (em acrílico) ou mais tarde, já com próteses fixas definitivas (em cerâmica, zircónio) consoante indicações do médico.

    O tempo decorrido entre a primeira e terceira fase, diagnóstico e a colocação de prótese fixa definitiva vai variar em cada paciente, podendo ir de 2 a 6 meses dependendo da complexidade e resposta do organismo individual.

    A última fase, e para muitos profissionais, uma das mais importantes, o Controlo e manutenção. Aqui o papel do paciente é decisivo, pois uma higiene oral pouco cuidada e a não vigilância pode ditar insucesso deste tratamento. Para isto, as consultas da especialidade de Higiene Oral são fundamentais, assim como o controlo por parte do médico implantologista, que recorrerá a ortopantomografias periódicas e sondagens para avaliar a estrutura implantada.

  • especialidade Higiene Oral
    Higiene Oral

    Uma higiene oral cuidada é decisiva numa boca sã e na manutenção de tratamentos efetuados.

    As consultas de higiene oral são realizadas por um profissional especializado – o Higienista Oral. Estas consultas têm um caracter preventivo mas também auxiliam o diagnostico. A vertentente pedagógica desta especialidade da Medicina Dentária é importante na melhoria da saúde oral, contemplando o ensino de técnicas específicas como também da simples escovagem de dentes.

    Na visita ao seu higienista oral poderá realizar, p.e. uma limpeza dentária, ou para os mais pequenos, a colocação de selantes nos primeiros molares.

  • especialidade Periodontologia
    Periodontologia

    A periodontologia é a especialidade da medicina dentária que trata o conjunto de tecido em redor dos dentes, ou seja, gengiva, osso e ligamento periodontal.

    As doenças associados ao periodonto podem ter grau diversos, mas tem como principal origem a acumulação placa bacteriana. Quando esta afeta a gengiva causando sintomas tais como sangramento e inflamação da gengiva, origina uma doença periodontal, a que chamamos de Gengivite. No entanto, quando o osso é atingido passamos a chamar de periodontite. O tratamento genérico é comum para ambas: a raspagem periodontal, um acompanhamento rigoroso da higiene oral com técnicas e produtos de higiene dentária específica. Uma das principais diferenças é que a Gengivite é sempre reversível, passando sobretudo pela correta higienização da cavidade oral. No caso da Periodontite, , pode deixar sequelas importantes tais como perda óssea, retração gengival e em alguns casos pode até implicar a perda do próprio dente. Neste casos mais agravados o recurso a cirurgia periodontal é o tratamento indicado.

  • especialidade Dentisteria
    Dentisteria

    A Dentisteria Estética e Operatória constitui o ato de conservar e restaurar dentes que estão ou foram afetados pela comum cárie dentária. Esta área comtempla também tratamentos de mudança de cor dos dentes (branqueamento dentário), substituição de restaurações anteriores, modificação da forma dos dentes, entre outros.

    O restauro de dentes tem vindo a evoluir. Hoje em dia, a inestética amálgama (corriqueiramente chamada de chumbo) tem uma utilização muito residual, sendo que as resinas compostas passaram a ser o material estético usado em praticamente todos os tratamentos deste tipo. Estas resinas são igualmente resistentes para além de oferecer uma seleção de cores que se imitam na perfeição a dentina natural, aliando assim a funcionalidade e estética.

  • especialidade Ortodontia
    Ortodontia

    A ortodontia é a especialidade da medicina dentária que visa corrigir a posição dos dentes e maxilares. Quando estes estão mal posicionados, a saúde da sua boca pode estar comprometida levando a várias consequências como mau hálito, formação de cáries dentárias, disfunções maxilares etc.

    Esta intervenção pode ser realizada em diferentes estádios do desenvolvimento dentário. Nas camadas mais jovens, quando ainda coabitam dentes decíduos (correntemente chamados de dentes de leite) e definitivos, e se torna claro a má oclusão ou posicionamento de dentes é possível recorrer à ortodontia de um modo preventivo. Existem dispositivos de correção, tais como trainers e disjuntores p.e., que ajudam a reposicionar os dentes e maxilares corretamente. Dependendo de cada caso estas medidas podem não ser suficientes para a correção sendo necessário mais tarde recorrer ao aparelho fixo, ou podem apenas servir para preparar e facilitar o tratamento com aparelho fixo. Este último pode ser colocado assim que a criança possuir a dentição definitiva completa. Aquando a dentição fica completa, com todos os dentes definitivos, o aparelho fixo é colocado, sendo que o tempo do tratamento dependerá da complexidade de cada caso.

    Numa fase adulta, a colocação de aparelho de correção também é possível, sendo mais lenta e mais exigente, pois a estrutura óssea já está totalmente maturada e o reposicionamento dos dentes é menos rápido.

    Os tratamentos ortodonticos são realizados mediante um estudo prévio que inclui alguns meios complementares de diagnóstico tais como ortopantomografia e teleradiografia mas também moldes dentários, fotografias intra e extra orais, entre outros.

    A medicina dentária também evoluiu neste ramo, sendo que hoje em dia o paciente tem à sua escolha diversos tipos de aparelhos corretivos, sendo que já existem os que chamamos de “invisíveis”, passando quase despercebido ao olhar de terceiros. No entanto, cada caso é discutido com o médico ortodontista, visando escolher em primeiro lugar o que melhor se adequa ao caso clínico e posteriormente à preferência do paciente.

  • especialidade Endodontia
    Endodontia

    A Endodontia é a área da medicina dentária que trata os problemas relacionados com a polpa do dente, ou seja, o nervo.

    Quando o dente sofre um traumatismo, fratura ou cárie profunda a polpa pode estar comprometida. Os sintomas mais comuns são dores agudas e espontâneas , sensibilidade prolongada ao frio mas também ao calor, desconforto ao toque/mastigação e formação de abcesso ou fístula. Nestes casos, o dente é avaliado recorrendo a rx apicais (locais) e testes físicos. Caso a polpa estja comprometida o tratamento endodontico (desvitalização) é o recurso necessário para que não aconteça a perda do dente ou outras complicações.

    Este tipo de tratamento é realizado em várias sessões, geralmente três, e idealmente não devem ser intervaladas de mais de duas semanas, para garantir o sucesso no tratamento.

    Em termos sumários, o tecido pulpar do dente é removido, o canal radicular desinfetado, preenchido com material que não permite a proliferação bacteriana e, por último selado hermeticamente com um cimento (obturação). Após o tratamento concluído, o dente é reconstituído através da restauração com compósito ou com recurso à prostodontia (coroa/onlay em cerâmica ou equiparado) quando o dente já não possui estrutura para suportar um simples restauro.

  • especialidade Odontopediatria
    Odontopediatria

    Esta especialidade é direcionada para crianças, adolescentes e pessoas com necessidades especiais.

    A ida ao dentista é para muitas crianças um desafio. O objetivo passa por incutir nelas desde cedo a visita na clínica dentária como algo natural e rotineiro. Inicialmente, as consultas são mais simples onde é verificada, p.e., a correta erupção dos dentes decíduos e definitivos ou uma simples conversa acerca de hábitos e cuidados de higiene oral. Os tratamentos de prevenção são os mais comuns, tais como limpeza dentária, aplicação de flúor e selantes em dentes definitivos. No entanto, os tratamentos interventivos também são realizados quer nos dentes definitivos quer nos dentes decíduos: restaurações, desvitalizações e extrações.

  • especialidade Cirurgia Oral
    Cirurgia Oral

    Esta é a especialidade em medicina dentária, responsável pelo tratamento de problemas relacionados aos dentes e ossos da região da face, que vai desde a remoção de dentes inclusos (como o siso), até a realização de enxertos ósseos e posterior colocação de implantes, além de intervenções em alterações patológicas, malformações estruturais e traumas dos ossos da face.

    Casos clínicos mais complexos exigem que outras especialidades como a Implantologia, a Ortodontia, a Prostodontia, ou a Periodontologia, trabalhem em articulação com a Cirurgia Oral, privilegiando-se nestas situações um plano de tratamento integrado e multidisciplinar.

  • especialidade Prostodontia
    Prostodontia

    A Reabilitação Protética é uma especialidade da Medicina Dentária que permite a substituição dos dentes perdidos por elementos protéticos, devolvendo o bem-estar e harmonia ao paciente.

    Prótese Parcial Removível - é um aparelho protético que substitui um ou vários dentes naturais. É chamada removível porque pode ser retirada pelo portador no momento em que este o desejar.

    Prótese Fixa – Também tem a função de substituir os dentes naturais que já estão muito destruídos ou que já foram perdidos. Ao contrário da Prótese Parcial Removível, esta não pode ser removida pelo portador o que regra geral constitui uma vantagem no bem-estar do paciente.

  • especialidade Laboratório Protético Dentário
    Laboratório Protético Dentário

    A Reabilitação Protética é uma especialidade da Medicina Dentária que permite a substituição dos dentes perdidos por elementos protéticos, devolvendo o bem-estar e harmonia ao paciente.

    Prótese Parcial Removível - é um aparelho protético que substitui um ou vários dentes naturais. É chamada removível porque pode ser retirada pelo portador no momento em que este o desejar.

    Prótese Fixa – Também tem a função de substituir os dentes naturais que já estão muito destruídos ou que já foram perdidos. Ao contrário da Prótese Parcial Removível, esta não pode ser removida pelo portador o que regra geral constitui uma vantagem no bem-estar do paciente.

  • especialidade Imagiologia
    Imagiologia

    O serviço de Imagiologia, permite elevar a qualidade e rapidez no diagnóstico, e possibilitam realizar o planeamento dos tratamentos de forma rigorosa e previsível.

    Ortopantomografia

    Importante no planeamento de tratamentos e no seu controlo. Avaliação de dentes ausentes, nível de erupção dentária (avaliação do desenvolvimento dos gérmenes dentários dos dentes permanentes), agenesias (falta de dentes), linhas de fraturas ósseas, posição de terceiros molares (dentes de siso).

    Telerradiografia

    Exame de excelência para a especialidade de Ortodontia. Estudo da relação entre ossos da cabeça e maxilares e entre maxilar superior e inferior. Importante na programação do tratamento ortodôntico para colocação dos dentes mal posicionados na posição ideal.

    Radiografia Apical

    A radiografia periapical são radiografias tiradas dos dentes onde aparecem as faces vestibular e lingual sobrepostas e todo o comprimento e largura . Este tipo de radiografia mostra o dente completo e o osso que o rodeia. São utilizadas para mostrar a cárie e doenças periapicais e periodontal.

  • especialidade Oclusão
    Oclusão

    Oclusão é a especialidade da Medicina Dentária que diagnostica, previne e trata os problemas que estejam relacionados com um incorrecto posicionamento dos dentes e com problemas na articulação das mandíbulas. Estes problemas podem provocar tensão, fadiga, hiperactividade, espasmos e dor nos músculos da mastigação e nos posturais da cabeça e pescoço. Também podem provocar estalido e dificuldade na abertura ou fecho da boca.